FORMANDO HOMENS DE BEM

FORMANDO HOMENS DE BEM
Mateus 7.24-28

            Nas olimpíadas foram premiados os melhores. E suas famílias se manifestaram orgulhosas. Mas o que deve nos levar a ter orgulho dos nossos filhos?
Existem pelo mundo a fora, os cursos, as escolas, as faculdades, as universidades, que têm como objetivo a formação acadêmica ou profissional. Nenhuma destas unidades de ensino forma o caráter das pessoas. Isto começa a acontecer no lar.
O texto de Mateus 7.24-28 é o final do Sermão do Monte, pregado pelo Mestre dos mestres, o Senhor Jesus. Aqui temos uma comparação: Quem ouve a palavra e a pratica é como um homem prudente, já o que ouve e não a pratica, é comparado a um homem insensato.
O homem prudente deve refletir Jesus. Ninguém foi mais ético do que o Senhor. Para nossa tristeza e vergonha, já houve quem dissesse que aceitava Jesus, mas não o cristianismo.
O cristianismo deveria ser formado por pessoas que aceitassem o desafio de ser como Jesus. Então, nossos filhos deveriam crescer familiarizados com esta ideia.
A insensatez é a ação sem reflexão. Há muito tempo a Bíblia ensina que “não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado” (Pv 19.2). O insensato é o homem sem juízo.
Quem tem juízo julga de acordo com a vontade de Deus, no dia-a-dia e nos tribunais (Online Bible).
A sociedade está acostumada ao mal e sempre espera o pior do indivíduo. Neste sentido, a sociedade necessita de homens que a decepcionem por fazer a coisa certa, homens de caráter. Somente as famílias podem preparar pessoas que possam responder positivamente à sociedade. Há uma espera por homens de bem. E, fora da Palavra de Deus, ninguém terá o caráter aperfeiçoado.

Rev. Mário Lopes
 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vai Brasil!

Presidentes do SC - IPB (Todos)