Postagens

Mostrando postagens de 2013

JESUS – A PALAVRA DE DEUS

Imagem
Hebreus 1.1-4
                Vi uma reportagem sobre uma fita que, amarrada no braço com três nós, pode levar a pessoa a realizar três desejos. Funciona assim: a pessoa faz os nós na fita e pede três coisas. Quando a fita se romper com o tempo, os pedidos serão atendidos. Mas surgiu um problema: como a fita era de algodão e passou a ser fabricada de poliéster, a demora aumentou para que se rompesse. Resolveram, então, acelerar o processo, voltando à fabricação com algodão. O que há de espiritual nisso? Nada! O que nos parece é que, se a troca de material altera o processo, logo o poder está em quem faz a troca e não no sobrenatural.                 Hebreus 1.1-4 fala sobre a comunicação de Deus. Antes, Deus se revelava pelos profetas. Hoje, através de Cristo Jesus. O texto faz ainda uma apresentação de Jesus, suficiente para levar o pecador a confiar no Filho de Deus.                 A nossa confiança das pessoas não deve estar em objetos e pessoas, mas em Cristo Jesus, que nos é apres…

19º Aniversário da IPAnil

Imagem
Não Percam!!!

UMA IGREJA PARA AMAR

Imagem
UMA IGREJA PARA AMAR
“Se de ti me afastar, aonde quer que eu for, jamais me esquecerei de ti. Igrejinha da infância, onde a voz de mamãe a Deus suplicava por mim”.
Muitas vezes ouvi essa canção na juventude, sempre entoada nas comemorações do aniversário da igreja da qual eu era membro.                 As crianças da igreja Presbiteriano do Anil, provavelmente, não conhecem a canção, mas, eu creio, expressarão na vida adulta o mesmo sentimento de amor que ela traduz. Isto porque, neste ambiente de adoração, elas estão vivendo uma infância feliz e ajustada, relacionando-se com um povo que manifesta por elas um amor que é o reflexo do amor de Deus, e lhes dá exemplos de conduta cristã que serão lembrados por toda a vida. Mais do que crescendo fisicamente, na Igreja Presbiteriana do Anil nossas crianças estão se desenvolvendo espiritualmente de forma sadia.                 Também os novos convertidos - crianças na fé - que aqui iniciaram sua carreira cristã, certamente guardam na memória o a…

DEUS EM PRIMEIRO LUGAR

Imagem
Mateus 6.25-33
A busca pelo primeiro lugar é comum entre nós. Talvez por esta razão organizamos a nossa escala de prioridades de modo a favorecer a nossa colocação. Para uns, em primeiro lugar vem o trabalho e os estudos; para outros, a família; há quem coloca em primeiro lugar a religião. Mas a quem buscamos em primeiro lugar?             Se eu pudesse levar as pessoas a organizarem uma escala de prioridades, elas teriam em primeiro lugar Deus, em segundo lugar a família e em terceiro lugar a igreja.             Em primeiro lugar devemos buscar a Deus, porque sem ele nada somos e nada podemos fazer; em segundo lugar, a família, por ser a parte da sociedade onde desenvolvemo-nos física, emocional e espiritualmente; em terceiro lugar a igreja, por ser a família de Deus.             Mateus 6.25-33 apresenta a fala de Jesus que manda que observemos a natureza, que evitemos a ansiedade e que busquemos, em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça.             A promessa para aqueles que b…

QUEM PODE TER COMO CERTA A SALVAÇÃO?

Imagem
João 3.16-21
Há quem viva na ilusão de que esteja salvo. É uma esperança carnal, que desaparecerá com o passar do tempo. Mas há, de fato, quem possa viver certo de salvação e com morada garantida na glória. A esses Jesus disse: “Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vos teria dito. Pois vou preparar-vos lugar” (Jo 14.1-2).              João 3.16-21 fala do amor de Deus e da missão de Jesus, esclarecendo muito bem sobre o que acontece quando Jesus não é aceito.             Para responder à pergunta sobre quem pode ter como certa a salvação, algumas evidências devem ser consideradas:             a) A graça e a salvação tornam-se visíveis na vida de quem obedece ao Evangelho. Esta evidência vem depois do reconhecimento da completa ruína espiritual.             b) A consciência da salvação leva a pessoa a buscar atitudes que, naturalmente, provocam na sociedade sentimentos de rejeição em relação a ela.    …

Os Eleitos do Senhor Jesus

2 João 1-11 O que somos e como vivemos? Se somos crentes, não devemos viver como ímpios.
João é o presbítero que se dirige a uma senhora eleita e a seus filhos, falando sobre o que deve nos interessar ainda hoje. Em sua carta, escrita próximo do ano 90, João enfatiza sobre a importância da verdade.
Vejamos alguns elementos relacionados aos eleitos do Senhor:
Convicção
A igreja é formada pelos que conhecem a verdade. Se ainda não conhece a verdade, a pessoa não pertence à família do Senhor. A verdade é Jesus. Por causa de Jesus, formamos a comunidade que vive convicta da graça, da misericórdia, da alegria.
O fundamento
"Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor." (1 João 4:8). Deus é amor, é o que a Bíblia diz. E foi o amor de Deus que o motivou a enviar Jesus para salvar os que são seus por amor. Logo, o funcionamento da Igreja deve estar baseado no amor. Os irmãos devem viver em amor. E o pedido do apóstolo João à pessoa para quem ele escreve é que amem uns aos …

OS ELEITOS DO SENHOR JESUS

2 João 1-11 O que somos e como vivemos? Se somos crentes, não devemos viver como ímpios.
João é o presbítero que se dirige a uma senhora eleita e a seus filhos, falando sobre o que deve nos interessar ainda hoje. Em sua carta, escrita próximo do ano 90, João enfatiza sobre a importância da verdade.
Vejamos alguns elementos relacionados aos eleitos do Senhor:
Convicção
A igreja é formada pelos que conhecem a verdade. Se ainda não conhece a verdade, a pessoa não pertence à família do Senhor. A verdade é Jesus. Por causa de Jesus, formamos a comunidade que vive convicta da graça, da misericórdia, da alegria.
O fundamento
"Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor." (1 João 4:8). Deus é amor, é o que a Bíblia diz. E foi o amor de Deus que o motivou a enviar Jesus para salvar os que são seus por amor. Logo, o funcionamento da Igreja deve estar baseado no amor. Os irmãos devem viver em amor. E o pedido do apóstolo João à pessoa para quem ele escreve é que amem uns aos …

O Arrependimento

Imagem
Marcos 1.14-15
A preocupação em estar bem com a sociedade existe. Isto pode significar “pontuar” com os homens. Mas existe a preocupação em estar bem com Deus? O texto de Marcos 1.14-15 menciona a prisão de João Batista, que foi o precursor de Jesus, e diz que Jesus foi para a Galiléia pregando o evangelho de Deus. Na sua mensagem, o Senhor pregava que o tempo estava próximo, e que era necessário arrependimento e crença no evangelho. Para estar bem com Deus é necessário arrependimento, graça esta que deve ser pregada e entendida. Por que o arrependimento? O pecado representa perigo Sem arrependimento o pecador estará sempre em perigo, “porque o salário do pecado é a morte”. O tempo está próximo. Não há muito o que esperar e fazer, somente Cristo é a solução. O pecado é contrário à Lei de Deus A odiosidade pelo pecado deve surgir pelo fato de ser ele contrário à natureza e à Lei de Deus. Os mandamentos do Senhor são claros. A von…

A SANTIFICAÇÃO DO CRENTE

Imagem
A SANTIFICAÇÃO DO CRENTE Hebreus 10.19-25
Um processo que começa na conversão é a santificação. Processo este que terá continuidade enquanto vivermos sobre a terra, quando somos aperfeiçoados dia-a-dia. Sempre melhor hoje, do que ontem; melhor amanhã, do que hoje.  É da vontade de Deus a nossa santificação. Encontramos relação da santificação com: A comunhão com Deus – v. 22 Entendemos melhor porque Deus se agradou de Jacó e não de Esaú quando lemos a Carta aos Hebreus: “Segui a paz com todos e a santificação,... nem haja algum impuro ou profano, como foi Esaú, o qual, por um repasto, vendeu o seu direito de primogenitura” (Hb 12.14). A primogenitura, que também possuía valor espiritual, foi desprezada. Logo, Esaú possuía uma índole má, sempre propenso a estar longe de Deus. O andar em novidade de vida – v. 24 Muitos se interessam pelas boas obras, mas somente aquelas que Deus aprova produzem os efeitos necessários na vida das pessoas. Boas obras essas que certamente são praticadas por quem …

III Congresso de Casais - IPAnil - 23 a 25/08/2013

Imagem
Convido você para o 3º Congresso de Casais da IPAnil
Será nos dias 23 a 25 de agosto na histórica Fazenda manga Larga, que um dia pertenceu o “Rei do café” na chamada região do Café Brasileiro.
Valor por casal: Pensão completa apenas R$ 400,00 (Pode ser parcelado no cartão de crédito no local).
Aproveite essa oportunidade e viaje com sua esposa para um local mais que agradável!
Vagas limitadas! Aguardo seu contato urgente!
Sobre a fazenda:
FAZENDA MANGALARGA
A FAZENDA
A Fazenda Mangalarga está localizada no Município de Paty do Alferes, na Estrada Paty-Petrópolis, nº711, a apenas 119 km do Rio de Janeiro (2h),

7 km de Miguel Pereira e 43 km do Vale das Videiras, em Itaipava, em plena Região do Vale do Café.
A história da Fazenda Mangalarga remonta à época do Brasil Colônia, tendo sido a origem do nome dado aos famosos Mangalarga, raça brasileira de cavalos.
A atual sede foi construída no final do século XIX, com arquitetura e estrutura de construção colonial, e, apesar de reformada, of…

A GRANDE COMISSÃO DO SALVADOR

A GRANDE COMISSÃO DO SALVADOR “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo.”
            Jesus voltou ao céu, mas antes enviou seus discípulos ao mundo. Como o Pai havia enviado a Jesus, agora, Jesus envia seus discípulos. Todo aquele que foi alcançado pelo evangelho, deve ser um portador do evangelho. O propósito de Jesus é o evangelho todo, para toda a igreja, a toda a criatura, em todo o mundo. O método de Deus é a Igreja. Uma igreja que não evangeliza, precisa ser evangelizada. A igreja é um corpo missionário, ou um campo missionário. A tarefa da igreja é desinstalar-se e, na dinâmica da sua caminhada, fazer discípulos.             Jesus não precisa de admiradores e fãs; ele quer discípulos, Jesus não se impressiona com multidões; ele quer discípulos. Aqueles que creem precisam ser integrados na igreja por meio do batismo em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. O batismo não salva, mas é testemunho da salv…

A ALIANÇA E A DEDICAÇÃO

Imagem
A ALIANÇA E A DEDICAÇÃO Deuteronômio 29 Movimentos sem entendimento sempre existiram. Hoje vemos uma religião preocupada com o crescimento numérico da membresia. O que devia acontecer não acontece! Deus deveria ser anunciado como único Deus e as pessoas deveriam estar preocupadas em fazer a vontade do Senhor. Em Deuteronômio 29 vemos Moisés falando ao povo de Israel, considerando a renovação, na terra de Moabe, da aliança já firmada no Sinai. O povo é lembrado sobre o que Deus fizera no Egito e dos grandes sinais e maravilhas que realizou. Moisés fala ainda que Deus não permitiu que o povo entendesse sobre o que aconteceu, o coração do povo permaneceu endurecido. Mas chegara o momento de saber sobre a aliança que Deus desejou manter com o seu povo. Nesta aliança, Deus continuará cuidando do povo e provendo suas necessidades. Fatores importantes: a) A providência de Deus. Confiar que Deus estaria provendo era necessário. Deus, que chama seu povo para a aliança, já havia demonstrado o seu po…

A JUSTIFICAÇÃO

Imagem
Romanos 5.1-11 Penso que toda inquietação da humanidade pode ser explicada a partir do primeiro versículo do texto acima. Enquanto o homem estiver longe de Deus, inimigo do Senhor, não haverá tranquilidade. Romanos 5.1-11 trata da justificação experimentada por quem passa a crer em Jesus e do desdobramento desta graça na vida do pecador. Aprender sobre a justificação ajudará a entender que todo um trabalho foi feito para que o homem não permanecesse longe do Senhor. Jesus assumiu a forma humana e, colocando-se no lugar do pecador, satisfez a justiça de Deus. O homem deveria ser condenado pelos seus pecados, mas em seu lugar, Jesus aceitou o castigo. Agora, perdoados os pecados, as pessoas são aceitas como justas. Podemos relacionar com a justificação: Amizade. A primeira coisa de que o homem precisa é ser amigo de Deus. Sendo amigo de Deus, pode, então, esperar o que passamos a considerar a partir do próximo parágrafo. Paz. A paz que o mundo conhece está relacionada com o intervalo entre du…

Desperta Débora! Já orou pelo seu filho hoje ?

Imagem
Ninguém ora por um filho como uma Mãe. Imagine milhares de mães orando juntas! Quem são as Déboras São mães intercessoras, biológicas, adotivas ou espirituais, de qualquer denominação, comprometidas a orar diariamente por seus filhos e pela juventude brasileira, por no mínimo, 15 minutos diários.
Hoje já são mais de 40000 mães cadastradas em todo território brasileiro e vários países. A liderança do Desperta Débora é composta por mais de 1500 coordenadoras locais e regionais.
Como surgiu este movimento Desperta Débora nasceu no coração de Deus, que tocou o Pastor Rev. Jeremias Pereira da Silva (8ª Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte) por ocasião da Consulta Global sobre Evangelização Mundial, em Maio de 1995 em Seul, na Coréia.
Um dos pontos altos desse encontro foi a consagração dos primeiros 100.000 jovens para a obra missionária. Durante esta consagração fez-se moção de gratidão às mães que oraram para que esse sonho se tornasse realidade. Tal fato fez nascer no co…

A Vocação eficaz

Imagem
Na cidade de Filipos, reunidos junto ao rio, realizavam os discípulos do Senhor uma reunião de oração. Várias mulheres escutavam a palavra que era pregada, mas o Senhor abriu o coração de uma – Lídia - para “atender às coisas que Paulo dizia” (Atos 16.11-15). A Bíblia de Genebra diz sobre esta parte da Bíblia que “iluminação e persuasão divinas são necessárias para que o coração cego pelo pecado responda ao evangelho”. A revelação de Deus sempre se fez presente, seja a revelação natural, seja a revelação especial. Entendemos, então, porque alguns ouvem e se interessam pelo Senhor e outros não dão crédito, quando paramos para pensar sobre o ensino da vocação eficaz.                 O texto de Atos 13.44-49 apresenta a fala dos apóstolos Paulo e Barnabé, que diziam aos judeus que primeiro a palavra deveria ser pregada a eles, mas, porque houve rejeição, a palavra foi então dirigida aos gentios. O texto fala, ainda, que os gentios que creram não creram por vontade própria. …