SER OU NÃO SER DO REINO DE DEUS



SER OU NÃO SER DO REINO DE DEUS

 “Depois de João ter sido preso, foi Jesus para a Galileia, pregando o evangelho de Deus, dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo; arrependei-vos e crede no evangelho” (Marcos 1.14-15).

            Não é bom que gastemos tempo julgando uns aos outros. Os fariseus, que foram duramente criticados por Jesus, assim faziam. O julgamento muitas vezes tem lugar quando não aceitamos as pessoas que não se enquadram dentro de um padrão de aparência ou comportamento por nós estabelecido. 

            Marcos, depois de mencionar a prisão de João Batista, diz que Jesus foi para a Galileia pregando e dizendo que o Reino de Deus estava perto. Vamos aprender então sobre a importância de pertencer a este Reino e considerar sobre a necessidade da fé e do arrependimento. Em outras partes da Bíblia encontramos mais sobre o Reino de Deus.  Jesus disse a Nicodemos que era-lhe necessário nascer de novo para entrar no Reino de Deus. Aos discípulos foi dito que a justiça deles deveria exceder a dos fariseus e que não entrariam no Reino de Deus se não o recebessem como uma criança.

            Pertencer ao Reino de Deus é um privilégio, pois significa ter sido alcançado pelo amor de Deus. Por vontade do Senhor, e sem merecermos, fomos incluídos neste Reino onde encontramos conforto, proteção, segurança. Reconhecendo este benefício, procuramos ser a pessoa que Deus quer que sejamos, com uma nova maneira de pensar e de viver. Que seja assim com cada Homem Presbiteriano, e que cada um se empenhe em retribuir o constante cuidado de Deus em serviço para o Reino e obras de amor ao próximo.
 
Parabéns, homens presbiterianos!
Pastor Mario

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vai Brasil!

Presidentes do SC - IPB (Todos)