EM VEZ DE EGOÍSMO



Filipenses 2.1-7

            Paulo provê um princípio-guia para as relações entre os membros da Igreja – procurar entender os interesses dos outros ao lado dos nossos interesses. É o modelo ensinado por Cristo: “Tenham em vocês o mesmo modo de agir que Cristo Jesus tinha.”
            Paulo apresentou este exemplo como modelo para o corpo de crentes, os quais devem viver entre si em amor e cuidado, como Cristo os amou e deu a sua vida por eles. Tudo que se fizer sem este enfoque tem pouca chance de sucesso. Seria como os navios que se cruzam  nos oceanos e até dizem “alô” acionando suas sirenes, mas continuam sua rota e desaparecem de vista, talvez sem nunca mais se encontrarem.
            Mas que sentido há em olharmos para fora dos nossos muros e buscarmos mostrar lá fora o que não praticamos dentro da Igreja? Se o lema é “fazer bem a todos, principalmente aos domésticos da fé”, por que não nos fixarmos primeiro nos domésticos da fé? Será que nossas igrejas não abrigam  membros professos, ou mesmo não professos, que têm problemas, mágoas, frustrações, fraquezas que poderiam compartilhar com os mais fortes? É preciso estreitar e fortalecer o relacionamento entre irmãos na fé. É preciso colocar nosso amor em ação.

Cada Dia
Agosto 2009

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vai Brasil!

Presidentes do SC - IPB (Todos)