Reflexos da Vida Eterna



Reflexo da Vida Eterna - Lucas 10.25-35

            A lei mosaica orientava para um relacionamento sadio com Deus e com o próximo. A falta de atenção a essa lei levou o judeu a não se harmonizar com Deus nem com o próximo. No tempo de Jesus, como hoje, os religiosos buscavam saber sobre o que fazer para garantir a vida eterna. Mas, ao invés de buscarmos saber sobre o que fazer para termos a vida eterna, fica bem pensarmos sobre o que vem a ser o reflexo da presença da vida eterna nesta vida.
            O intérprete da lei foi desafiado a pensar na pergunta que fez a Jesus a partir do conhecimento que tinha da lei e da forma como a interpretava. A princípio caminhou bem, citando o que Jesus ensinava, mas se fez de desentendido quando perguntou sobre quem seria o seu próximo. Aquele que arguia Jesus, sendo conhecedor da lei, deveria saber que a vida eterna era uma questão de amor. Sim, de amor a Deus e amor ao próximo.
            O que está salvo em Cristo ama a Deus e ao próximo. Isto é um reflexo da vida eterna presente na vida daquele que estava condenado à perdição, e que passou a viver uma vida focada na cruz. Sim, na cruz. Podemos pensar na cruz como símbolo do amor a Deus e ao próximo, considerando suas hastes horizontal e vertical.

Pastor Mario Lopes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presidentes do SC - IPB (Todos)

Dia do Diácono

Agenda