domingo, 17 de setembro de 2017

Deus e a família

DEUS E A FAMÍLIA
Gênesis 1.26-28

            Definições de família: “Conjunto de pai, mãe e filhos” (Dicionário Escolar da Língua Portuguesa); “marido, mulher e filhos” (Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa). Os dicionários parecem concordar com a Bíblia. A Bíblia diz que, para formar a família, Deus criou o homem e a mulher que, unidos, geraram filhos. As definições consideradas aqui e o que a Bíblia diz revelam uma natureza humana que depõe contra qualquer tentativa de transformar qualquer “coisa” em a família.
            O que disse o Senhor? “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”. Aprendemos, assim, que Deus criou homem e mulher. Ao abençoar o homem e a mulher, Deus disse: “Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra”. Por mais que a humanidade se corrompa, não poderá modificar o que Deus fez.

            Quando da corrupção da humanidade, Deus escolheu uma família para conservar um remanescente na terra. Noé foi escolhido por Deus e sua casa foi salva.  Ao iniciar o projeto de abençoar a família, que adoeceu por causa do pecado, Deus partiu de um casal (um homem e uma mulher), que gerou filhos. Abraão foi chamado com sua esposa para fazer o que Deus tinha para realizar por meio deles.  Para mandar seu Filho ao mundo, Deus escolheu uma mulher, que se uniu a um homem, formando uma família. Deus continua interessado na família. Contudo, hoje temos uma estrutura familiar variada, formada de várias maneiras. Mas, que tipo de família Deus escolheria para, através dela, realizar seus propósitos? Será que Deus se ajustaria ao mundo, com suas maneiras de pensar? Ou é necessário que a humanidade procure entender qual a vontade de Deus e cumpri-la?


Rev. Mário Lopes

Nenhum comentário:

Postar um comentário