NÃO PODEMOS DEIXAR DE FALAR


NÃO PODEMOS DEIXAR DE FALAR
Atos 4.20

                As ameaças e perseguições não podem silenciar os filhos de Deus. Mas temos andado em silêncio, deixando de falar de Cristo. Até quando os bancos estarão vazios e os crentes desanimados?
                No texto de atos 4.20, os apóstolos Pedro e João afirmam que não podiam deixar de falar das coisas que viram e ouviram. E nós, podemos?
                O momento era de ameaças contra os apóstolos, que estavam perante o Sinédrio e ouviram das autoridades que não falassem de Jesus. Isto porque um coxo fora curado à vista das pessoas que, por isto, se voltavam para eles, que falaram sobre Deus com intrepidez.
                Falemos sobre o que vemos. Milagres, vidas transformadas, a glória de Deus. No milagre, devemos evidenciar o que Deus é, não somente o que Deus faz. Deus é o nosso Deus e não somente aquele que resolve problemas. Deus é glorificado na transformação da vida do pecador.
Falemos sobre o que ouvimos. A palavra que transforma o pior pecador. É preciso confiar que as pessoas ouvirão o que estamos falando. Aprendemos que o tema central do evangelho é a salvação. O evangelho proclama que, assim como Deus salvou a Israel do Egito, do mesmo modo salvará do pecado e suas consequências a todos os que confiam em Cristo. A confiança em Cristo surge pela pregação. Falemos sobre o que ouvimos!
Não deixemos de falar, porque é determinação de Deus (Mt 28.18-20). Foi o próprio Jesus quem nos enviou, assim como aos discípulos no passado, a ir por todo o mundo a pregar as boas novas da salvação. Aquilo que recebemos e trouxe transformação para as nossas vidas, devemos transmitir a outros. Nisto glorificamos a Deus - proclamando o seu poder para salvar o pecador.
Não deixemos de falar, porque é vida sobrepondo a morte (João 3.16). Lemos em Atos 14, a partir do verso 19, que Paulo, mesmo sendo apedrejado, não deixou de pregar a palavra. Ninguém podia silenciá-lo. E quando deu relatório à igreja, focou nos resultados alcançados e não nos sofrimentos experimentados. Pessoas aceitaram a Palavra.
Lembramos aqui de um hino que diz:
“Meu amigo hoje tu tens a escolha:
Vida ou morte, qual vais aceitar?
Amanhã pode ser muito tarde!
Hoje Cristo te quer libertar.”
               
                A salvação livra o crente do juízo de Deus, do domínio do pecado e do poder da morte” (Bíblia de Estudo de Genebra).
Rev. Mário Lopes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presidentes do SC - IPB (Todos)

Dia do Diácono

Agenda